Quem tem Ideia Criativa vai mais longe

A ideia criativa está sendo cada vez mais valorizada dentro das grandes corporações, bem como por pessoas físicas e profissionais liberais. A maioria dos homens e mulheres que se enquadram nas faixas salariais mais altas não estão lá por acaso ou por causa de um trabalho árduo. Estão lá porque souberam explorar o poder da ideia criativa. Uma das principais razões pela qual a maioria das pessoas não alcançam êxito em suas profissões é porque nunca aprenderam a usar a sua imaginação para explorar uma ideia criativa.

Todos nós nascemos com a imaginação muito ativa, assim como toda criança tem uma imaginação muito fértil. Na verdade, a maioria das crianças vivem em um mundo de fantasia por muitos anos. Essa é uma fase normal de desenvolvimento da personalidade. No entanto, a partir do momento em que o poder de raciocínio torna-se mais elevado, a criança progride e passa a viver em um mundo de real. Os pais desempenham um papel muito importante nessa fase transição do mundo de fantasia para o mundo real. Alguns vão dar a seus filhos uma saída criativa para a sua imaginação, outros vão sufocar ou inibir a imaginação da criança. 

Percebendo a sua Ideia Criativa 

Muitas vezes a imaginação floresce no período pós-adolescência onde o indivíduo tem uma colisão com o mundo cruel da dura realidade adulta. Muitos jovens deixam de utilizar a sua imaginação e não conseguem iniciar qualquer projeto de vida em virtude da falta de ideia criativa sufocada pelo passado. Mesmo nessas condições, todo ser humano tem uma imaginação. Ainda que seja reprimida, inativa, ou até mesmo distorcida, ela existe e está dentro de você para ser explorada. 

Muitas pessoas se questionam se elas têm uma boa imaginação e, provavelmente, a maioria vai responder que não tem imaginação (cerca de 40-50 por cento). Outros vão afirmar que têm muita imaginação e vivem surgindo com alguma ideia criativa para solucionar um problema. Alguns dirão que perderam o seu poder de imaginação há alguns anos atrás. E outros irão se perguntar: “mas afinal, o que realmente significa ter imaginação?” A questão importante não é se você tem ou não uma imaginação, mas o que você está fazendo com ela. 

Se fôssemos lhe perguntar: “O que é mais poderoso, a sua imaginação ou a sua força de vontade?” Qual seria a sua resposta? Bem, a realidade é que a sua imaginação é muito mais poderosa do que sua força de vontade. Emile Coué respondeu a esta questão durante o último século –  Veja as regras da Mente. Ele demonstrou que, quando há um conflito entre a imaginação e força de vontade, a imaginação sempre ganha. Você pode usar a sua força de vontade em tudo o que deseja, por exemplo, para manter uma dieta de emagrecimento, mas quando você começa a imaginar o quanto é delicioso o gosto da sobremesa, todo o seu esforço e força de vontade não vai ajudá-lo a manter-se na dieta. 

O bom e mau uso da Imaginação

Todos os grandes conceitos e invenções da humanidade nasceram de uma ideia criativa. Cada arquiteto vê suas criações em sua mente antes de colocá-las na prancheta. Todo grande escritor escreve suas histórias em sua imaginação antes de colocá-las no papel. Mas será que você pode ser um inventor bem sucedido sem uma imaginação ativa? 

Primeiro você deve ver a necessidade de sua invenção. A partir daí você irá visualizar uma maneira de suprir essa necessidade. Dessa forma, você irá projetar o produto em sua imaginação antes de realmente criá-lo. 

O uso construtivo da imaginação é que dará origem a uma ideia criativa. Não importa se você é um artista, engenheiro, físico, ou empresário. A maneira com a qual você faz uso da sua imaginação é que vai determinar o futuro da sua vida. Se você não começar a usar a sua imaginação construtiva, poderá  inibi-la fazendo com que ela comece a trabalhar contra você.

Agora, imagine uma tarefa muito difícil de realizar onde você não consegue nem mesmo iniciar o projeto. A maioria dessas dificuldades que as pessoas enfrentam na vida existem mais frequentemente em sua imaginação do que na realidade de fato. Esses pensamentos negativos criados em sua imaginação geram medo. Esse medo pode impedir você de pensar em uma ideia criativa e tentar realizar alguma coisa produtiva. 

Excessos de Imaginação

O uso indevido de sua imaginação pode prejudicar você. Provavelmente, você já deve ter se deparado com uma pessoa Sonhadora. Este é o indivíduo que está sempre construindo “uma ponte no céu.” Na realidade, ela nunca é capaz de produzir uma ideia criativa e passa o tempo todo esperando a oportunidade para começar o seu projeto, mas ele nunca começa. Quando a sua imaginação lhe impede de se envolver em uma atividade produtiva, ela está sendo mal utilizada. As pessoas que se sentam em torno dos sonhos e da fantasia não são pensadores criativos. 

As pessoas que são bem sucedidas na vida são aquelas que conseguem motivar-se e inspirar-se. Elas são capazes de transferir essas habilidades para os seus liderados para que eles possam, em seguida, motivar-se e inspirar-se também. Os líderes conseguem lidar com os pensamentos automáticos negativos que impedem as pessoas de enfrentar novos desafios mesmo antes de começar. 

Como Construir uma Confiança e destruir Medo 

Sem a autoconfiança, você terá a tendência de tomar decisões pobres e preencher a sua vida com um comportamento autodestrutivo, por exemplo: você pode trabalhar em um emprego que odeia, manter-se em um relacionamento pernicioso ou pular rapidamente de um relacionamento para outro. A falta de confiança faz com que você não corra em busca de seus sonhos e objetivos. A confiança é um processo lento, construído gradativamente.

Veja alguns passos para adquirir mais confiança:
  • Não supervalorize as suas falhas. Se você focar somente nos erros estará canalizando a sua imaginação para o lado negativo e irá perder a oportunidade de mentalizar algo positivo.
  • Ensaie um resultado positivo.  Feche os olhos e comece a imaginar as situações vivenciadas ou aquelas que ainda estão por vir de uma forma que elas possam resultar em uma experiência positiva.
  • Não procrastinar. Procrastinar ou empurrar com a barriga, é muito comum quando você está inserido numa situação de medo e incerteza. Nessas horas o pensamento é seu inimigo. Tome uma atitude que você considere a mais adequada para aquele momento. Quanto mais tempo você demorar para agir, mais tempo terá para imaginar tudo o que pode dar errado. Nesse caso a sua imaginação estará trabalhando contra você.